Governo de Minas decreta situação de emergência por surto de febre amarela

Categoria: GERAL RMBH , Criado em Sábado, 20 Janeiro 2018 18:25 Escrito por Agência Brasil ,
Imprimir E-mail

vacina1454

O Governo do Minas Gerais decretou, no início deste sábado (20), situação de emergência por 180 dias em decorrência do surto de febre amarela no estado. Com o decreto publicado no diário oficial, 94 municípios que compõe as áreas da grande Belo Horizonte, região Central e Zona da Mata podem comprar insumos, materiais para o combate da doença e prestação de serviços sem necessidade de licitação.

A medida tem o objetivo de acelerar o processo de prevenção da doença, que já matou pelo menos 16 pessoas em Minas do final do ano passado até hoje. O mesmo ocorreu em 2017, quando 152 municípios tiveram surto de febre amarela e um grande número de mortes no Vale do Rio Doce.

São 39 cidades na regional de BH, incluindo a capital, 25 na de Itabira (Região Central) e 30 na de Ponte Nova (Zona da Mata). O governo quer agilizar o processo e diminuir as burocracias para que não se tenha tempo perdido. O Estado também afirma que isso não significa que todos os municípios envolvidos tenham casos da doença.

A Regional de Saúde de BH possui sete cidades com casos de febre amarela: Belo Horizonte, Brumadinho, Caeté, Itabirito, Mariana, Nova Lima e Rio Acima. No total são 17 pacientes, sendo que 11 chegaram a óbito.